Imperialista: Top 10- Grandes trilhas sonoras de filmes “ruins”

02/08/2019 às 12:53hs

A música é um dos elementos mais subestimado do cinema. Muitos expectadores não se importam ou não reparam em uma boa trilha sonora. O que é um erro, pois além de ser uma arte a parte, a música pode aprofundar o entendimento de uma obra. Além de ser um artifício muito próprio da linguagem cinematográfica.

Grandes trilhas sonoras são presença constante em grandes filmes e muitas delas ficaram marcadas para sempre na história do cinema e da música. É o caso da trilha de Star Wars (de John Williams), O Senhor dos Anéis (de Howard Shore) e Psicose (de Bernard Herrmann). Contudo, existem algumas boas músicas compondo a trilha sonora de filmes que dividem a opinião de muitos cinéfilos e críticos. E muitas vezes, as pessoas parecem deixar de lado essas boas trilhas sonoras quando analisam e criticam uma obra cinematográfica.

Claro que gostos musicais, assim como gosto por filmes, são relativos e varia de pessoa pra pessoa. Contudo certos filmes possuem composições musicais tão requintadas que não podem ser considerados como “os piores de todos os tempos”, pois a trilha sonora do longa por si só já é um ponto positivo a ser ressaltado.

Vamos relembrar 10 filmes controversos com músicas lindas:

OBS 1- Os filmes que aparecem nessa lista foram escolhidos através da opinião da maioria do público e da crítica. Não foram selecionados filmes pelo gosto pessoal do ser humano que escreveu esse texto, tanto que, o editor que aqui vos fala apenas considera como ruim mesmo o filme de número 06 e 10.

OBS 2- As trilhas sonoras em questão são as originais compostas para o filme. No caso, trilhas instrumentais.

10- Homem de Ferro 3 (Iron Man 3, 2013)- Trilha composta por Brian Tyler

Trilha sonora completa de Homem de Ferro 3

Mesmo com 80% de aprovação no Rotten Tomatoes, Homem de Ferro 3 é um dos filmes que mais gera controvérsia entre os fãs do Universo Cinematográfico Marvel. Isso se deve ao fato do longa exagerar na comédia, na descaracterização do vilão, por seu final inexplicavelmente inexplicável e outros detalhes. Mas independente das opiniões contrárias (que são muitas!), a trilha sonora, composta pelo maestro Brian Tyler, é sem dúvida uma das mais marcantes do MCU, que é conhecida justamente por não dar atenção devida às trilhas instrumentais. A música de Homem de Ferro 3 é marcada por um tom heroico, mas também é descolada, cheia de testosterona e um pouco cômica, o que combina perfeitamente com o icônico personagem.

9- Batman vs Superman: A Origem da Justiça (Batman vs Superman: Dawn of Justice, 2016)- Trilha composta por Hans Zimmer & Junkie XL

Trilha completa de Batman vs Superman

Um exemplo recente que vale ser lembrado é o filme Batman vs Superman: A Origem da Justiça (Batman v Superman: Dawn of Justice, 2016).

Certamente, esse é um dos blockbusters mais controversos do cinema recente, e dividi opiniões até hoje. E nas diversas críticas, positivas e negativas, era comum ler sobre o roteiro do filme, a montagem, as performances, a fotografia, a direção, os efeitos visuais, e tudo o que se tem direito, mas pouco foi falado sobre a épica trilha sonora composta pelo renomado maestro alemão Hans Zimmer e pelo DJ holandês Junkie XL. As músicas apresentadas aqui vão deste um violino macabro até rock pesado. A música de abertura, intitulada Beautiful Lie, é uma mistura de um piano triste e um coral quase religioso, e tem tudo para ser considerada uma das mais belas músicas da história dos filmes de super-heróis. Outra música de destaque é Is She With You?, que se consagrou como “o tema da Mulher-Maravilha”. Essa música fez algo que não acontecia em um filme de super-herói desde Homem-Aranha (Spiderman, 2002): ela conseguiu associar de vez um personagem com um tema musical, o que não é uma conquista tão fácil de alcançar.

Veja também: Melhores Momentos do Universo DC

8- A Vila (The Village, 2005)- Trilha Composta por James Newton Howard

Música “The Gravel Road”, trilha sonora de A Vila, interpretada pelo pianista Moisés Nieto

Muitos filmes controversos tem sua trilha sonora valorizada, como aconteceu com a magnífica composição de James Newton Howard para o longa de M.Night Shyamalan, A Vila (The Village, 2004), filme que conquistou uma indicação ao Oscar de Melhor Trilha Sonora Original e apenas 43% de aprovação no Rotten Tomatoes. Essa divisão se dá pela forma como o diretor conta sua curiosa história de horror e beleza visual e musical. O final surpresa e o Plot-twist no meio do filme fizeram com que muitos torcessem o nariz para o filme. Por outro lado, a trilha de Newton Howard ganha muito destaque pela simplicidade (basicamente violino e piano) e beleza. “The Gravel Road” é uma daquelas músicas que arrepiam até mesmo quem nunca assistiu o filme.

7- Star Wars: Episódio I- A Ameaça Fantasma (Star Wars: Episode I- The Phantom Menace, 1999)- Trilha composta por John Williams

Trilha completa e remasterizada de Star Wars: A Ameaça Fantasma

A trilha de Star Wars é uma das mais icônicas da história do cinema, isso é fato!

Difícil decidir saber qual a música mais grandiosa da série, pois temos velas obras, como O tema principal, a Marcha Imperial e por ai vai… Não por menos, a saga se consagrou com três Oscars de Melhor Trilha Sonora, um para cada filme da trilogia original. Contudo, quando a trilogia prequel chegou aos cinemas, ela veio acompanhada com uma trilha à altura da saga, mas sem o mesmo reconhecimento. Apesar de muitos fãs reconhecerem a qualidade de “Duel of Fates”, música que toca no momento mais marcante do filme, a trilha de John Williams não passou nem perto dessa vez e nem no filme seguinte (Ataque dos Clones), que contém uma outra grande música: “Across the Stars”. Curiosamente, com a retomada da franquia em 2015, os dois novos filmes (O Despertar da Força & Os Últimos Jedi) acabaram recebendo indicações ao Oscar na categoria de Melhor Trilha Sonora, mesmo que as músicas não sejam tão memoráveis quanto nos filmes da trilogia prequel. Isso nos faz cogitar a possibilidade de que as vezes os indicados são escolhidos baseando-se na qualidade geral de cada filme, mesmo em categorias tão específicas como Melhor Trilha Sonora.

Duelo of Fates só voltou a tocar na franquia em 2018, no filme Han Solo: Uma História Star Wars, mas em uma versão diferente, apenas uma breve referencia a música original.

Veja também: Melhores Filmes de Star Wars

6- Alice no País das Maravilhas (Alice in the Wonderland, 2010)- Trilha Composta por Dany Elfman

Trilha completa de Alice: No país das maravilhas

O primeiro longa de uma leva adaptações de clássicas animações da Disney tinha tudo para ser um marco no cinema, mas Alice no País das Maravilhas acabou se tornando uma bagunça, com direito a lições de moral adolescente e uma ridícula batalha final. Contudo, o longa faturou duas estatuetas do Oscar (Melhor Figurino e Melhor Direção de Arte) e algumas indicações bem estranhas ao Globo de Ouro, como de Melhor Ator para Johnny Deep e Melhor Filme Comédia/Musical. Pelo menos o a premiação reconheceu Dany Elfman e sua ótima trilha sonora, que consegue transmitir toda magia e loucura do universo e Lewis Carroll.

5- Franquia Resident Evil (2002-2016)- Trilha composta por Marilyn Manson, Marco Beltrami & Tomandandy

Trilha Completa de Resident Evil 4: O Recomeço

Os games Resident Evil possuíam uma trilha sonora macabra em seus primeiros jogos, mas a atenção sempre foi para o silencio. Como as adaptações optaram por uma pegada de ação, a trilha sonora acompanhou essa tendência. Contudo, o primeiro filme possuía um tema bizarro de assustador composto por Marilyn Manson, mas com um estilo que remete à tecnologia e à ficção cientifica. A trilha é praticamente ausente e esquecível nas duas sequências, mas voltou impactante no quarto longa, quando Paul W. S. Anderson retornou para direção dos filmes. Ai a dupla americana Tomandandy, que trouxe um tom épico para a franquia. A música Tokyo, por exemplo, é compõe uma das cenas mais legais da franquia nos créditos inicias do filme O Recomeço (Resident Evil: Afterlife, 2010).

4- A Hospedeira (The Host, 2012)- Trilha composta por Antonio Pinto

Trilha completa de A Hospedeira

Se tem um filme que passou despercebido por muitas pessoas foi essa adaptação da obra de Stephenie Meyer, a mesma que escreveu Crepúsculo. A Hospedeira narra a história bizarra de invasores alienígenas que passam a viver nos corpos das pessoas. Nisso um jovem rapaz se apaixona por uma mulher que ele não sabe direito se ama o corpo ou a entidade alienígena presa dentro daquele corpo, ou seja, um triangulo amoroso entre três personalidades e dois corpos. Vish… Tudo isso aliado aos péssimos cenários, roteiros, atuações e efeitos visuais, apenas contribuíram para o fracasso e o potencial esquecimento do longa.

Contudo, a bela trilha sonora composta pelo brasileiro Antonio Pinto, realça o tom de mistério e romance que o filme deferia ter tido.

3- Franquia Transformers (2007-2017)- Trilha composta por Steve Jablonsky & Imagine Dragons

Trilha Completa de Tranformes: O Último Cavaleiro

Se analisarmos criticas de cinema, premiações e até mesmo a opinião de cinéfilos, podemos considerar Transformers como uma das franquias mais odiadas do cinema. Principalmente pela direção exagerada de Michael Bay.

Contudo, assim como nos outros filmes desta lista, os expectadores parecem ter esquecido o valor da trilha sonora da saga, que foi composta pelo maestro Steve Jablonsky, com parceria da banda Imagine Dragons em A Era da Extinção (Transformers: Age of Extinction, 2014). Todas as músicas possuem uma empolgação para cenas de ação, mas o tema que apresenta os Autobots, intitulada Arrival to Earth, é o maior destaque da franquia. A música, que apareceu no primeiro filme e toca em toda saga, é o principal tema dos heróis robotizados, e ressalta as a grandiosidade, o mistério e a coragem dos soltados guardiões da terra. A música Tessa, do filme A Era da Extinção, é certamente uma das melhores músicas da saga. Com seu tom melancólico crescente, a música Tessa lembra muito a consagrada composição Time, de Hans Zimmer, trilha sonora do longa de Christopher Nolan, A Origem (Inception, 2010), a diferença é que A Origem foi indicado ao Oscar de Melhor Trilha  Sonora, Transformers: A Era da Extinção não foi.

2- O Último Mestre do Ar (The Last Airbender, 2010)- Trilha composta por James Newton Howard

Trilha Completa de O Último Mestre do Ar

Algumas. trilhas, apesar de serem grandiosas, acabam sucumbindo ao fracasso do filme, como aconteceu com outra parceria de Shyamalan e Newton Howard, o filme O Último Mestre do Ar (The Last Airbender, 2010), baseado na série animada Avatar: A Lenda de Aang.

O filme foi acusado de racismo e também de apressar muito os acontecimentos da série, além de críticas consideráveis ao roteiro, direção e também ao uso da tecnologia 3D. Na época, o longa recebeu 5 Framboesas de Ouro. Atualmente, o filme de Shyamalan possui apenas 6% de aprovação no Rotten Tomatoes e é considerado por muitos críticos e especialistas como um dos piores filmes de todos os tempos. Mas, e a música do filme? Aparentemente, as pessoas se incomodaram tanto com tantas coisas sobre o filme que poucos lembram da bela trilha sonora composta por James Newton Howard. A música Earthbenders e principalmente Flow Like Water, são de uma beleza instrumental incrível e passam uma sensação de fantasia, magia e aventura em um nível que não ficam muito atrás de composições de Howard Shore e Hans Zimmer.

1- Saga Crepúsculo (The Twilight Saga, 2008-2012)- Trilha composta por Carter Burwell, Alexandre Desplat e Howard Shore

Trilha sonora completa de Crepúsculo (2008), em piano e violino

Outra das franquias mais controversas do cinema é Crepúsculo, baseado na série de romances escrito por Stephenie Meyer.

A trilha sonora da saga foi composta por três maestros consagrados: Carter Burwell (em Crepúsculo, Amanhecer: Parte 1 e Parte 2), Alexandre Desplat (em Lua Nova) e Howard Shore (em Eclipse). Os três realizaram trabalhos mais do que competente ao compor trilhas depressivas e melancólicas que, aliadas às belas paisagem naturais, arrancaram suspiros de muitos apaixonados, e alguns outros que não admitem a beleza visual e musical dessas obras. Destaque para a música The Meadow, tema do segundo filme da franquia, Lua Nova (The Twilight Saga: New Moon, 2009). Essa é a música mais icônica da franquia e consegue definir o clima que os filmes têm (ou deveriam ter): Suspense, tristeza, mistério, conflito e romance. Mas o ápice do romance se chama “The Lion Fell in Love with the Lamb”, musica que toca no momento em que Bela e Edward se declaram um para o outro, momento que ficou eternizado como a cena do vampiro brilhante. As pessoas lembram da imagem “defeituosa”, mas não da bela música que preenche a cena.

Menções honrosas:

  • A Fantástica Fabrica de Chocolate (Charlie and the Chocolate Factory, 2005)- Trilha composta por Danny Elfman
  • A Dama na Água (Lady in the Water, 2006)- Trilha composta por James Newton Howard
  • Rei Arthur: A Lenda da Espada (King Arthur: Legendo of the Sword, 2017)- Trilha composta por Daniel Pemberton
  • Um Conto do Destino (Winter’s Tale, 2014)- Trilha composta por Hans Zimmer & Rupert Gregson-Williams
  • X-Men: Fênix Negra (Dark Phoenix, 2019)- Trilha composta por Hans Zimmer

Podemos concluir que:

Um filme com composições musicais tão requintadas não pode ser considerado um dos piores de todos os tempos, pois a trilha sonora do longa por si só já é um ponto positivo a ser resultado.

Conteúdo Relacionado