A importância de ter Logan no Oscar

Filme foi indicado na categoria 'Melhor Roteiro Adaptado'

24 jan 2018

Blockbusters nunca são lembrados nas principais categorias do Oscar (ou raramente são). Figurino, maquiagem e efeitos visuais sempre são visitados por esses filmes, mas nada de indicações a Melhor Filme, Melhor Diretor, etc.

No atual momento do cinema, a maioria desses blockbusters são adaptações de quadrinhos, e temos muitos estreando todos os anos. Em 2017, foram 6 filmes, entre Marvel e DC.

Por causa dessa caralhada de filmes que estreiam no gênero todo ano, os estúdios começaram a criar subgêneros para diluir o tema heroico. Homem-Formiga é um filme de assalto com super-herói, e a sequência que estreia esse ano será uma comédia romântica. Mulher-Maravilha é um filme de guerra com a maior heroína do mundo.

No caso de Logan, o road movie dramático e com altas doses de violência tinha também uma pretensão pequena. Nada de destruição do planeta, invasão alienígena ou vilão que quer dominar o mundo. É uma história fechada, sobre um cara que foi usado como arma a vida inteira e perdeu todos que amava, fazendo com que ele quisesse se isolar do resto do mundo e do heroísmo. Acontece que esse cara era o Wolverine.

A maturidade do estúdio em apostar num filme com alcance menor por conta da censura mostra que Deadpool deu mais do que dinheiro e sucesso de crítica. O filme que antecedeu Logan deu coragem, e mostrou que o gênero ainda têm fôlego, mas só se essas produções estiverem interessadas em discutir temas mais sérios, de forma mais pesada.

Agora, após 87 anos, um filme de quadrinhos concorre ao Oscar na categoria de Melhor Roteiro Adaptado, uma das principais da premiação. A indicação mostra que é possível ter filmes de massa e, ainda assim, ter uma história mais pé no chão, humana e mundana. Também dá aos outros estúdios a coragem para ousar.

Não sabemos se vai ganhar, mas a indicação de Logan ao Oscar é um tapa na cara dos críticos que insistem em dizer que os filmes de super-heróis estão matando a indústria ou que vão acabar em breve. Não vão, e se reclamar, vão ganhar Oscar na mesma categoria que os aclamados filmes de arte, como esses mesmos críticos gostam de chamar. 

%d blogueiros gostam disto: